Sistema digestivo


Conjunto de órgãos do corpo humano responsável pelo processo de alimentação e nutrição. Sua função é fragmentar os alimentos em moléculas pequenas, absorver os nutrientes e eliminar os resíduos não aproveitados. É constituído pela boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado (duodeno, jejuno e íleo), intestino grosso, reto e ânus. As principais glândulas ligadas a esse sistema são as salivares, o fígado e o pâncreas.

O processo de digestão começa na boca: os dentes e a língua trituram os alimentos, misturando-os com a saliva e formando o bolo alimentar. Ele segue pela faringe até o esôfago. Devido aos movimentos peristálticos – ondas de contração da musculatura do canal alimentar, que ocorrem do esôfago ao intestino grosso –, o bolo alimentar é empurrado em direção ao estômago. No estômago, o suco gástrico (ácido clorídrico e enzimas pepsina e renina) desintegra as fibras dos alimentos e o bolo é transformado numa massa semilíquida chamada quimo, que entra no intestino delgado, onde sofre a ação dos sucos intestinal, pancreático e da bile. Grande parte da absorção dos nutrientes ocorre nesta fase: os nutrientes atravessam a parede intestinal e passam para os capilares sanguíneos, que os distribuem às células . O processo de absorção dos sais minerais, água e resíduos de algumas vitaminas é feito no intestino grosso. De lá, a massa fecal passa pelo intestino reto, que acaba no ânus. A pressão interna no abdome causada pela ação do músculo diafragmático sobre os intestinos e o relaxamento dos dois anéis musculares (esfíncteres) do ânus resultam na expulsão do bolo fecal, chamada defecação.




0 comentários:

Postar um comentário