Proteínas

Proteínas (do grego "protos" = primeiro) são macromoléculas resultantes da condensação de moléculas de aminoácido, através da ligação peptídica.
 Juntamente com os glicídios e lipídios, as proteínas constituem a alimentação  básica dos animais.
            No entanto, podemos dizer que as proteínas são ainda mais importantes, pois elas são fundamentais na estrutura, funcionamento e reprodução de todas as células vivas.

            As proteínas são essenciais ao organismo. Elas desempenham funções de extrema importância para o corpo, como:
            Componente estrutural dos tecidos corporais (especialmente músculos, cartilagem e ossos), enzimas, hormônios, componentes do sistema imune entre outras. Proteínas são uma fonte de aminoácidos e nitrogênio, necessários para a síntese de proteínas corporais.
            O papel primário da proteína é suprir aminoácidos para a biossíntese, mas ela pode ser usada também como fonte de energia.
            As melhores fontes de proteínas são encontradas em alimentos de origem animal, como: carnes, leite e seus derivados, ovo (principalmente a clara).
            A quantidade diária de proteína a ser ingerida por pessoas sedentárias é em torno de 0,8 g prot./kg/dia.
            Porém é largamente reconhecido que durante períodos de treinamento intenso atletas podem precisar de mais proteína. Para pessoas bastante ativas na faixa dos 18 aos 34 anos é recomendado 1,2 g/kg de peso corporal por dia para homens e 1,0 g/kg para mulheres. Pesquisas sugerem que em atletas que estão treinando intensivamente, a ingestão de proteínas deve ser em torno de 1,5 a 1,8 g/kg de peso por dia. Outros estudos concluíram que o alto consumo protéico (2g/kg/dia) ajudou no acréscimo de força e massa muscular, induzidos por um treinamento pesado. Juntos esses estudos sugerem que o alto consumo protéico (em torno de 2,4 g/kg/dia) pode facilitar uma hipertrofia muscular durante exercícios de força.

0 comentários:

Postar um comentário