Composição da água


Bem, água é formada de dois átomo de hidrogênio (H2) e um átomo de oxigênio (O), formando assim, a molécula H2O.
            Mas não se pode esquecer que há dois tipos de água, a Salgada e a Doce. A salgada ocupa 99% no total destas, sendo que a doce ocupa só 1% do espaço aquático no planeta Terra.
            O maior problema nisso tudo é que a maioria dos seres vivos necessitam de água doce para sua sobrevivência e esta está ficando cada vez em menor quantidade, sendo assim,se ninguém cuidar, a vida poderá se acabar, ou pelo menos diminuir.

Poluição da Água

            Dados da Associação Brasileira de Entidades do Meio Ambiente (Abema) mostram que cerca de 80% dos esgotos do país não recebem nenhum tipo de tratamento e são despejados diretamente em rios, mares, lagos e mananciais. De acordo com o Bird, os dejetos domésticos são responsáveis por 85% da poluição das águas, enquanto os industriais causam 15% da contaminação restante. A rede de esgoto instalada no país é muito pequena. Nos estados da Região Sudeste, que registra a maior taxa de serviços de saneamento, ela beneficia apenas 41% da população. Na Região Norte, que tem a menor porcentagem, atinge somente 5% dos habitantes. Além do esgoto doméstico e dos dejetos industriais, há outras importantes fontes de contaminação das águas. Os agrotóxicos utilizados nas lavouras acabam, por meio das chuvas, atingindo rios e lençóis freáticos. A falta de tratamento adequado e de emissários submarinos, aliada ao lixo jogado pelos banhistas, torna as praias impróprias para o banho. Mais recentemente, os rios e mares têm sido seriamente afetados por grandes desastres ambientais, como os ocorridos em 2000 na baía de Guanabara (RJ) e no rio Iguaçu (PR). De acordo com a   Fundação Onda Azul, entre 35 e 40 mil t de mercúrio são lançadas por ano pelo garimpo nos rios da região Amazônica, contaminando cerca de 10 mil pessoas. O mercúrio é um metal pesado e tóxico que se acumula no organismo, atacando principalmente o sistema nervoso central. Ele provoca também problemas respiratórios e infertilidade e pode levar à morte. A poluição das águas afeta diretamente a saúde da população, provocando doenças como diarréia, hepatite , febre tifóide, micose, otite, conjuntivite, alergias e parasitoses intestinais.

Racionamento de Água

            Pela primeira vez uma lei definirá critérios para racionamento de água no Brasil. Segundo o art. 21 do projeto de lei encaminhado ao Congresso, dispondo sobre o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, nos casos de insuficiência de água para atendimento da demanda outorgada em corpo hídrico (rios, lagos etc.) de domínio da União, inclusive para diluição de efluentes líquidos em concentrações aceitáveis, e para dirimir ou prevenir conflitos entre usuários de água, o governo poderá declarar, em regime de racionamento, o corpo hídrico ou todos os corpos hídricos formadores de uma bacia hidrográfica, tais como rios, riachos, lagoas, lagos etc.
Poderá, igualmente, assegurar os usos prioritários que independem de outorga - atendimento às necessidades de pequenos núcleos populacionais, distribuídos no meio rural, e captações consideradas insignificantes - e restringir a captação de água e o lançamento de efluentes no corpo hídrico.
Segundo o projeto, a aplicação de uma ou mais medidas de racionamento, a cargo dos órgãos federal e estaduais com poder de outorga, deverá adequar-se aos critérios de racionamento instituídos pelo Comitê de Bacia Hidrográfica.
Caso não exista Comitê de Bacia Hidrográfica ou critério de racionamento instituído, o poder outorgante dará compensação financeira aos usuários atingidos pelo racionamento, mediante cobrança a maior dos usuários que ficaram de fora do racionamento.

0 comentários:

Postar um comentário