Uern expulsa três estudantes de medicina por forjarem baixa renda em sistema de cota

A Uern (Universidade Estadual do Rio Grande do Norte) inicia nesta quinta-feira (20) a matrícula de estudantes que herdaram as vagas de três ex-universitários expulsos do curso de medicina por fraudes no sistema de cotas para alunos de baixa renda.

Segundo a universidade, os três alunos foram desclassificados e tiveram as matrículas anuladas depois que a Comperve (Comissão Permanente de Vestibular) descobriu que eles forjaram a renda das famílias para ingressarem no curso por meio das vagas destinadas a pessoas pobres. Os alunos estavam matriculados em vagas destinadas a estudantes oriundos de escolas públicas, e dois deles já cursavam nas turmas iniciadas em 2009 e 2010.

Agora, com a expulsão dos universitários, a Uern reabriu as três vagas e chamou o primeiro classificado de cada vestibular ocorrido nos últimos três anos. Estão convocados Ronaldo Cesar Aguiar Lima, aprovado em 2009, Aline Naiara Azevedo da Silva, em 2010, e Amadeu Benicio Leite, em 2011.

Os três convocados devem apresentar a documentação necessária, de acordo com o edital do Processo Seletivo Vocacionado, para matrícula nesta quinta-feira ou na sexta-feira (21), na secretaria da Faculdade de Ciências da Saúde (FACS). Os universitários já começam a cursar medicina no 2º semestre letivo da Uern, programado para iniciar no dia 16 de novembro.



Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário