Justiça derruba decisão que obrigava Inep a divulgar redações do Enem corrigidas

A Justiça Federal desobrigou o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) a divulgar as redações do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 corrigidas para os candidatos. A decisão derruba uma determinação de julho do Poder Judiciário no Maranhão.

Segundo a AGU (Advocacia-Geral da União), tornar este material disponível na para os estudantes acarretaria custos e poderia inviabilizar, inclusive, a realização da prova. Para 2012, o MPF (Ministério Público Federal) e o Inep assinaram um termo de ajustamento de conduta e as redações corrigidas serão mostradas aos candidatos.

No dia 12 de julho, a presidente do órgão, Malvina Tuttman, disse que estuda enviar para a casa do candidato a redação corrigida. A novidade, se aplicada, só valeria, no entanto, a partir do segundo semestre de 2012.

Veja algumas "pérolas" que teriam sido escritas por estudantes em redações do Enem
Veja Álbum de fotos

Prova de 2011

As provas do Enem deste ano acontecem nos dias 22 e 23 de outubro em quase 1,6 mil municípios. Dos 6,2 milhões que fizeram inscrição, 5,4 milhões pagaram a taxa e estão habilitados par ao exame.

A previsão do MEC (Ministério da Educação) é que haja dois exames a partir do ano que vem -o primeiro deles já está marcado para os dias 28 e 29 de abril. O órgão ainda discute a segunda data, já que haverá eleições municipais no mês em que a prova é tradicionalmente aplicada (outubro).

Além de selecionar para vagas em universidades federais por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), o Enem é pré-requisito para quem quiser uma bolsa do Prouni (Programa Universidade para Todos). O exame também é obrigatório para quem vai solicitar o Fies (Financiamento Estudantil).



Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário