Inep divulga gabaritos do Enem 2011

O Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou nesta terça-feira (25) os gabaritos oficiais do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011. As provas foram realizadas no sábado (22) e no domingo (23). Você pode conferi-los clicando aqui.

Veja os cadernos de prova do Enem 2011

Primeiro dia Segundo dia
Azul Amarelo
Amarelo Cinza
Branco Azul
Rosa Rosa

Como saber a minha nota?

O Enem é corrigido pela TRI (Teoria de Resposta ao Item). E isso impede que você saiba qual sera sua nota final na prova somente pelo gabarito. Essa conta é feita levando em conta a "calibragem" das questões e deve ser divulgada pelo MEC em janeiro.

Uma questão que teve baixo índice de acertos é considerada “difícil” e, portanto, tem mais peso na pontuação final. Aquelas que têm alto índice de acertos são classificadas como “fáceis” e contam menos pontos na nota final do candidato. Dessa forma, dois participantes que acertaram o mesmo número de itens poderão ter médias finais diferentes, dependendo do nível de dificuldade de cada uma dessas questões. É como se cada uma das questões tivesse um "peso".

Na TRI não existe uma pontuação máxima e mínima que o candidato pode atingir – com exceção da redação, que não é corrigida por esse modelo e cuja nota varia de 0 a 1000. A partir das notas obtidas pelos participantes, o Inep constrói uma escala de notas máximas e mínimas que permite ao aluno comparar seu desempenho com o dos demais estudantes. Essas informações também são divulgadas com os boletins individuais.

Correção comentada

Os professores do Curso e Colégio Objetivo fizeram a correção online comentada do segundo dia de provas do Enem. No mesmo link, você pode conferir as respostas das questões do primeiro dia:

Como foram as provas

Candidatos ouvidos pelo UOL Educação relataram que o primeiro dia de provas do Enem foi tranquilo, porém cansativo. Para alguns, as questões do exame deste ano estavam bem mais complicadas e com uma quantidade de textos maior em relação aos anos anteriores. No segundo dia de prova, a grande "vilã" apontada pelos candidatos foi matemática. A redação, com o tema "Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado", foi elogiada pelos estudantes.

O estudante de Curitiba Cleverson Adriano de Souza, 18, considerou o segundo dia "mais fácil". "Gosto de matemática. E a redação teve um tema da atualidade [redes sociais]", diz. Perguntado se achou o tema fácil, ele respondeu: "Ah! Sou jovem, né? tem que estar por dentro", afirmou.

Em São Paulo, Flavio Nogueira, 27, disse que as questões de exatas estavam "bem mais complicadas". "Português foi mais fácil. A redação falava de internet, achei um tema fácil de elaborar, é uma situação do nosso cotidiano", afirmou.

Quem também achou a prova de matemática difícil foi Kaique Romão, 17. "Além de compreender o texto, você tinha que fazer conta também". Para ele, o mais fácil foi responder as questões de inglês: "Dava para entender mais e os textos eram um pouco menores".

Editora do UOL Educação analisa o Enem

Everaldo Mece da Silva, 25, fez o Enem em 2008 e achou a prova diferente e bem mais difícil. "Foi muito cansativo, no final já estava louco. Antes era mais curta".

Redação

O jornal O Globo, em seu site, divulgou o tema da redação do Enem 2011 ("Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado") às 13h59 do domingo -a reportagem do UOL visualizou a matéria pela primeira vez às 14h34. Os primeiros candidatos só poderiam começar a sair dos locais de prova às 15h.

Questionado, o MEC confirmou o tema. Segundo a pasta, isso não configura quebra de sigilo da prova, uma vez que o tema foi divulgado depois de o início da mesma. Para o MEC, o fato não configura falha na segurança.

Para Maria Aparecida Custódio, professora do laboratório de redação do Colégio Objetivo, o tema da prova de redação do Enem teve bastante identificação com o público jovem. Segundo ela, os candidatos tiveram facilidade para discorrer sobre o assunto deste ano: "Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado".

Problemas de segurança

Esta edição do Enem 2011 teve problemas pontuais, principalmente de segurança. No sábado, um repórter do jornal "O Estado de São Paulo" foi convocado em frente a um local de provas na capital paulista para ser fiscal, mesmo com a presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), Malvina Tuttman, tendo prometido que os ficais seriam exaustivamente treinados.

Além disso, um fotógrafo trabalhando para UOL conseguiu tirar fotos de dentro de sala de aula, o que era proibido pelo MEC. Os fiscais não o interromperam em momento algum e o profissional estava devidamente identificado.

Houve, também, casos de alunos que foram retirados de sala por estarem tuitando: oito no sábado, três neste domingo.



Fonte: UOL

0 comentários:

Postar um comentário