Afinal, como é que se escreve?


REZA A LENDA QUE a origem da expressão à beça, que significa "em grande quantidade", foi a grande profusão de argumentos utilizados pelo jurista sergipano Gumersindo Bessa (1849-1923) ao enfrentar Rui Barbosa em famosa disputa pela independência do território do Acre, que seria incorporado ao Amazonas.
Quem primeiro utilizou a expressão foi Rodrigues Alves (1848-1919), presidente do Brasil de 1902 a 1906, admirado da eloqüência de um cidadão ao expor suas idéias: "O senhor tem argumentos à bessa." Com o tempo, o sobrenome famoso perdeu a inicial maiúscula e os dois esses foram substituídos pela letra c com cedilha (ç).
OUTRA VERSÃO é a de que na época do império, no Rio de Janeiro, havia um comerciante rico chamado Abessa, que adorava ostentar roupas de luxo. Quando alguém aparecia fazendo o mesmo, dizia-se que ele estava se vestindo à Abessa, ou seja, como o comerciante. Assim o termo virou sinônimo de abundância, exagero.http://intervox.nce.ufrj.br/~edpaes/origem1.htm>.
QUEM CONTOU ESSAS HISTÓRIAS foi o pessoal do Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro NCE/UFRJ, no endereço: <
O caso é que o termo à beça é de origem brasileira, é uma expressão popular e se escreve com “ç”. O acento grave que marca a crase se justifica porque o termo está se referindo a expressão À maneira de ou À moda de.  

Outros termos
Trazíamos
Desfizeram
Refazia
Regressão
Suíço
Puseram
Utopia  = sonho
Alcova = quarto
Alcovitar = intermediar relações amorosas, arranjar amantes, fazer mexericos ou intrigas
Destarte = desse modo, assim
Abduzir = raptar
Abissal = imenso
Acender = pôr fogo
Ascender = subir
Zíngaro = cigano
Postergar = adiar
Concerto = musical
Conserto = de objeto
Paço = palácio
Passo = caminhar
Emigrante = saída espontânea do país
Imigrante = entrada de estrangeiros no  país
Migrante =  aquele que muda de uma região para outra
Descrição = ato de descrever
Discrição =  qualidade do discreto
Emergir =  ir à tona / aparecer
Imergir = mergulhar
Denotação =  é o sentido próprio da palavra que aparece no dicionário
Conotação = lugar em que ocorre a ação ou estado
exemplo: Eu lhe contei onde passei a aminha infância? 
Aonde = lugar para onde aponta a ação verbal
Eu vou aonde o trem me levar
Porque = equivale a pois
exemplo: Ele não veio porque choveu.
Porquê = sinônimo de motivo (ocorre no final da frase)
Por que = equivale à porque motivo; pelo qual; pelos quais.
Por quê = equivale igualmente à porque motivo; pelo qual; pelos quais, só que quando está no final da frase.

0 comentários:

Postar um comentário