Resumo - Alguns Haicais - Guilherme de Almeida

O resumo de livro serve para você relembrar, rever o que foi lido para a hora da prova. Nada substitui a leitura da íntegra do livro!

mais livros exigidos

» 

Alguns Haicais - Guilherme de Almeida

O PENSAMENTO
           
O ar. A folha. A fuga.
            No lago, um círculo vago.
            No rosto, uma ruga.

HORA DE TER SAUDADE
           
Houve aquele tempo...
            (E agora, que a chuva chora,
            ouve aquele tempo!)

INFÂNCIA
            Um gosto de amora
            comida com sol. A vida
            chamava-se "Agora".

CIGARRA
            Diamante. Vidraça.
            Arisca, áspera asa risca
            o ar. E brilha. E passa.

CONSOLO
            A noite chorou
            a bolha em que, sobre a folha,
            o sol despertou.

CHUVA DE PRIMAVERA
            Vê como se atraem
            nos fios os pingos frios!
            E juntam-se. E caem.

NOTURNO
            Na cidade, a lua:
            a jóia branca que bóia
            na lama da rua.

OS ANDAIMES
            Na gaiola cheia
            (pedreiros e carpinteiros)
            o dia gorjeia.

TRISTEZA
            Por que estás assim,
            violeta? Que borboleta
            morreu no jardim?

PESCARIA
            Cochilo. Na linha
            eu ponho a isca de um sonho.
            Pesco uma estrelinha.

JANEIRO
            Jasmineiro em flor.
            Ciranda o luar na varanda.
            Cheiro de calor.

DE NOITE
            Uma árvore nua
            aponta o céu. Numa ponta
            brota um fruto. A lua?

FRIO
            Neblina? ou vidraça
            que o quente alento da gente,
            que olha a rua, embaça?

FESTA MÓVEL
            Nós dois? - Não me lembro.
            Quando era que a primavera
            caía em setembro?

ROMANCE
            E cruzam-se as linhas
            no fino tear do destino.
            Tuas mãos nas minhas.



Fonte: Vestibular1

0 comentários:

Postar um comentário