Resumo - Agamêmnon - Ésquilo

O resumo de livro serve para você relembrar, rever o que foi lido para a hora da prova. Nada substitui a leitura da íntegra do livro!

mais livros exigidos

» 

Agamêmnon - Ésquilo

        A tragédia tem 1673 versos e constitui a primeira parte da Orestia, a famosa tetralogia de Ésquilo que recebeu o primeiro prêmio no concurso de 458 a.C. em Atenas.

        No plano poético e dramático a Orestia constitui uma verdadeira sinfonia em três movimentos. R. Dreyfus

       A Orestia era formada por uma trilogia trágica interligada, a única que chegou praticamente intacta aos nossos dias, e pelo Proteus, um drama satírico que se perdeu. 

        A outras peças da trilogia são, pela ordem, As Coéforas e As Eumênides.

Argumento

            Ao longo da trilogia, a lenda dos Átridas é relatada desde a morte de Agamêmnon até a absolvição de Orestes pela morte dos assassinos do pai. 

        Agamêmnon, a primeira peça, conta a morte do rei logo depois da queda de Tróia.

        Tendo retornado vitorioso a Argos (Micenas), Agamêmnon é recebido pela esposa, Clitemnestra, com falsas demonstrações de respeito e devoção; Cassandra, a princesa troiana cativa que o acompanhava, prevê a morte de ambos. 

        Depois de entrar no palácio, com efeito, Cassandra é assassinada e Agamêmnon, morto à traição pela própria Clitemnestra, e com a ajuda de Egisto.

Personagens do drama:

            VIGIA. Um dos soldados de Argos (Micenas).

            CORO de velhos de Argos.

            CLITEMNESTRA. Filha de Tíndaro, esposa de Agamêmnon, amante de Egisto.

            ARAUTO de Agamêmnon.

            AGAMÊMNON. Filho de Atreu, marido de Clitemnestra, primo de Egisto, rei de Argos (Micenas).

            CASSANDRA. Filha de Príamo, ex-princesa troiana, atualmente escrava de Agamêmnon.

            EGISTO. Filho de Tiestes, primo de Agamêmnon, amante de Clitemnestra.

Mise en Scène

            A cena se passa em Argos (Micenas), diante do palácio dos átridas.

            O cenário era uma pintura colocada diante da cena, no fundo da orquestra, representando a entrada do palácio (frontão e duas colunas); a entrada, aberta, permitia a passagem dos atores que saíam do palácio e deixava entrever parte do seu interior. 

            O vigia aparecia atrás do teto do "palácio", sobre uma plataforma escondida pela pintura; Agamêmnon e Cassandra entravam em cena trazidos por um carro.

            O papel de Clitemnestra cabia ao protagonista, o de Cassandra ao deuteragonista e os de Agamêmnon e Egisto ao tritagonista; o arauto, sem dúvida, era representado pelo deuteragonista.



Fonte: Vestibular1

0 comentários:

Postar um comentário